Um homem de 47 anos foi preso nesta quinta-feira (25) acusado de abuso sexual contra três crianças, de 4, 8 e 9 anos. As crianças são sobrinhas do autor e o crime teria acontecido durante uma festa de família realizada um fim de semana antes do feriado, no bairro Alterosas em Betim.

A denúncia foi feita pela mãe das vítimas. “As meninas estavam brincando quando as duas mais velhas notaram a ausência da menor e foram até o quarto do tio procurar. Chegando lá, elas teriam visto o homem deitado em cima da criança e, ao ser surpreendido, ele trancou as outras duas no cômodo também. Depois de acariciá-las ele fez ameaças dizendo que tinha um fuzil debaixo da cama e, caso contassem à alguém, ele mataria toda a família. Um outro primo, de 12 anos, não viu o ato, mas relatou que, no final da festa, viu o tio batendo nas meninas, sem nenhum motivo”, explicou a delegada Ariadne Elloise Coelho.

A professora da criança mais nova e a mãe notaram que ela mudou o comportamento e estava agindo de forma estranha. Durante uma conversa em família, as crianças revelaram o que havia acontecido. “Ele foi intimado e preso na delegacia. O homem nega as acusações, mas, além desse crime, também tem uma condenação em aberto por roubo”, finalizou.

Outro caso de pedofilia em Betim

Outro homem de 47 anos, morador do bairro Jardim Teresópolis, foi preso nesta quinta-feira (25) por filmar e armazenar imagens pornográficas envolvendo crianças e adolescentes.

As investigações começaram em 2013, após o filho do suspeito encontrar o material no computador do pai. Além disso, a polícia descobriu que o acusado havia feito um buraco no muro da vizinha e instalou uma câmera para filmar as filhas da mulher tomando banho. “Ele chegou a culpar o próprio filho, mas depois entrou em contradição ao dizer que fez as gravações na tentativa de identificar um ladrão, que estaria realizando roubos em sua casa” disse a delegada.

Comentários