Um homem de 43 anos que trabalha como motorista do aplicativo 99 está sendo investigado pela polícia por tentativa de estupro contra uma mulher de 18 anos, em Belo Horizonte.

De acordo com o boletim de ocorrência, a jovem entrou no veículo junto com o namorado no bairro Santa Efigênia, com destino ao bairro Céu Azul, na Pampulha. Antes, eles passaram pelo bairro Aparecida e deixaram o companheiro da moça.

A vítima seguiu junto com o condutor, mas no meio do caminho ele teria desviado para o bairro Itapoã, também na Pampulha. De acordo com a PM, nesse momento, o homem tentou passar a mão na perna da moça e, em seguida, tentou tirar a calça dela. A jovem reagiu e deu um chute na poltrona do carro e acertado a mão dele.

O homem não desistiu e tentou tirar a blusa da passageira, e neste momento, a jovem mordeu a mão do acusado e começou a chorar dizendo que estava grávida. O suspeito parou as agressões e levou a vítima até em casa. A jovem desceu do carro e jogou o dinheiro pela janela. Antes de ir embora, o motorista ainda teria dito que rla tem olhos bonitos.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil de Minas Gerais, informou que o suspeito ainda não foi preso. Um inquérito já foi instaurado na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher e corre em sigilo.
A plataforma 99, informou em nota que assim que recebeu a denúncia, o perfil do autor foi bloqueado do aplicativo. Disse ainda que trabalha para colaborar com a segurança do usuários e usuárias.

“A empresa repudia veementemente a ocorrência e tem uma política de tolerância zero com qualquer forma de violência, especialmente contra a mulher. O aplicativo se solidariza com a vítima e lamenta profundamente. A companhia está buscando contato com ela para prestar todo o apoio que for necessário e também se encontra aberta a colaborar com a polícia”, diz o comunicado.

Comentários