O Elefante mais velho da África e morto por flecha envenenada

Foto Divulgação/TsavoTrust

Muito triste, um elefante considerado o mais alto e o mais velho da África foi morto por caçadores no Quênia, na última segunda-feira (6).

O elefante morava no Tsavo National Park, já estava com 50 anos de idade e era amado por todos que visitavam e faziam passeios no local. Seu corpo foi encontrado por uma ronda aérea de rotina e, pouco tempo depois, dois caçadores foram apreendidos como suspeitos pelo crime.

Esse incidente aconteceu dois dias depois que um oficial do KWS foi morto em uma operação “anti-caça” no parque – o segundo a morrer em menos de um mês, de acordo com as autoridades locais.

Curta essa Matéria